Cinema, Sem categoria

O Mundo BioPunk!

Se perguntassem se você conhece obras como Akira (Katsuhiro Otomo), Resident Evil (Capcom), X-Men (Marvel) e até mesmo um dos maiores clássicos da literatura como Admirável Mundo Novo (Aldous Huxley), você provavelmente diria que conhece todos ou, pelo menos, já ouviu falar de alguns destes. Mas, a surpresa é que todas essas obras pertencem a um único gênero que, por muitas vezes, foi injustiçado e deixado de lado na barra dos créditos, o BioPunk.

akira.jpeg

Afinal, o que é o BioPunk? Quais são suas características e por que, apesar de ser algo tão importante, é tão desconhecido?

O BioPunk:

 

Já citado na matéria do CyberPunk, o BioPunk é uma das várias ramificações do CyberPunk, sendo bastante famosa e aclamada por todos aqueles que amam histórias de Ficção-Cientifica. Porém, é pouco reconhecido como um gênero por si só, seus elementos são bastante comuns e nem todos conhecem o BioPunk, como algo representativo.

Grandes filmes, livros e mangás/animes, são famosos no mundo inteiro por suas histórias sobre o BioPunk, mas nem todos conseguem identificar o que é esta derivação do CyberPunk, que já possui mais adeptos do que o próprio CyberPunk. Mesmo o BioPunk sendo bastante utilizado na Ficção-Cientifica, é extremamente comum as pessoas o desconhecerem e apenas pensarem que não passa de detalhes do enredo das histórias.

Simbolo BIOPUNK.png

Características do BioPunk:

 

O mundo BioPunk, é extremamente parecido com o mundo do CyberPunk, podendo ser facilmente confundidos, mas possuem uma diferença chave, a tecnologia. Nas histórias do CyberPunk, o mundo é dominado por alta tecnologia, tecnologia da informação, sendo mais focadas em um mudo virtual do que no mundo físico. Já o BioPunk, a tecnologia que domina em suas histórias, é a tecnologia Bio-orgânica, ou, também chamada de tecnologia de Manipulação Genética, onde tudo é focado em manipulação no DNA das pessoas, sendo as mais diversas histórias como: superpoderes até zumbis.

Nas histórias do CyberPunk, é comum as pessoas possuírem implantes cibernéticos que os auxiliam em atividades comuns, como próteses após uma pessoa sofrer um acidente, até próteses voltadas ao militarismo. No mundo do BioPunk, estas próteses são substituídas por modificações no DNA, que podem fazer por exemplo, um membro perdido ser totalmente regenerado, como no caso do personagem Deadpool, o qual foi membro de um experimento militar, para modificar seu código genético, afim de lhe dar superpoderes. Ou a tecnologia de manipulação genética ser o grande catalisador para um apocalipse global a partir de um vírus, como em Resident Evil.

resident-evil- NEMESIS.jpg

Seus personagens, geralmente possuem grande conhecimento em genética e medicina, sendo capazes de criar todo tipo de soro. Em muitas das histórias, seus personagens possuem consigo, o tempo todo, substâncias que podem curar extremamente rápido ferimentos que poderiam ser letais, ou aumentar seu nível de força muscular centenas de vezes a mais do que a de um humano comum, como no livro O Médico e o Monstro (Robert Louis Stevenson).

O enredo de suas histórias, por sua vez, geralmente remete a uma luta entre pessoas em algum tipo de resistência ou rebelião, contra um governo extremamente totalitarista ou uma gigantesca corporação que já tomou o controle de todas as coisas no mundo. Admirável Mundo Novo é uma perfeita exemplificação deste universo BioPunk, pois se trata de uma sociedade onde cada pessoa que nasce é literalmente construída por manipulação genética para ser capaz de realizar apenas algumas funções em sua vida, sem ser capaz de alcançar novos objetivos, além de ter uma forma de controle social extremamente forte, o “Soma”, uma droga viciante distribuída a todos os cidadãos, a fim de que eles sejam incapazes de se rebelarem contra o sistema impostos a eles.

admiravel-mundo-novo.jpg

Sua Importância:

 

Na ficção cientifica é extremamente comum a utilização de manipulação genética em suas histórias, nem que seja em pequenos detalhes ou como algo central no enredo. Para fazer-se uma lista com todos os filmes que contém este tipo de abordagem, seria algo que necessitária um esforço gigantesco a partir de uma equipe de pesquisadores, pois este tipo de abordagem é quase que uma das mais comuns características ficcionais. E, exatamente por estar presente em tantas histórias distintas, o BioPunk cresceu monstruosamente em questão de produções, quanto mais se espalhava, mais se tornava comum e ordinário ao público, porém, muitas vezes se tornando algo normal para uma história e não mais um subgênero forte e dominante como o CyberPunk ou o SteamPunk.

 

 

 

Debates Éticos:

 

O curta metragem Loom foi lançado em 2012, sendo escrito e dirigido por Luke Scott, filho do aclamado diretor Ridley Scott. Loom, é uma história em que o mundo explorou ao máximo a biotecnologia, podendo fazer coisas absurdas como cura de doenças crônicas ou doenças já terminais, como o câncer, serem tratadas e curadas instantaneamente, ou criação de novas epidemias e afins. Loom traz com o personagem Tommy (Giovanni Ribisi), um técnico laboratorial, discussões como o uso indevido de códigos genéticos e criação de leis para proteger não pessoas, mas sim, o seu DNA, para que não fosse reproduzido ilegalmente por algum laboratório.

BioPunk na Literatura:

Admirável Mundo Novo (Aldous Huxley)

Leviatã – A Missão Secreta (Scott Westerfeld)

 

BioPunk nos cinemas:

Jurassic Park: Parque dos Dinossauros (Steven Spielberg)

Planeta dos Macacos (Franklin J. Schaffner)

 

BioPunk nos Games:

Trilogia Bioshock (2K Games)

Saga Resident Evil (Capcom)

 

BioPunk Mangás/Anime:

Akira (Katsuhiro Otomo)

Neon Genesis Evangelion (Hideaki Anno)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s