Animes, Listas, Sem categoria

Melhores Animes de 2017 [Parte 2]

Semana passada iniciamos o Top 10 dos melhores animes de 2017. Bom, é hora de fechar essa lista com os cinco animes que figuram o topo – ao menos na minha opinião -.

5 – Ballroom e Youkoso

Ballroom e Youkoso - 11 - Large 03.jpg

Sinopse: Fujita percorreu o ensino médio sem rumo, incapaz de encontrar amigos ou qualquer coisa que possa chamar sua atenção. Então, um dia, ele é atacado por uma gangue e salvo por um homem misterioso. Mas não é um mestre do karatê, é um instrutor de dança de salão! Relutantemente, Fujita faz algumas aulas de iniciantes, apenas para encontrar sua inspiração… uma fascinante adolescente prodígio em dança chamada Shizuku. É o primeiro passo de Fujita no mundo da dança competitiva de alta classe!

Aqui, basicamente, pegaram a dança de salão e a transformaram em um shounen de esporte muito muito bom. Ballroom foi uma das grandes surpresas de 2017, até porque quem espera que um anime de dança seria tão bom, com personagens e tão carismáticos e com um clima tão competitivo como foi apresentado no anime?

A evolução do protagonista de um adolescente normal para um dançarino profissional foi excelente. A parceira dele, que no início se parece bem irritante e depois se mostra muito boa, e até os rivais são bem legais depois que somos apresentados às suas histórias.

A animação apresenta alguns quadros estáticos, claro. Pois não dá para mostrar os personagens dançando fluidamente sempre, sem ter um alto orçamento por trás. Mas mesmo assim, não decepciona.

Se você gosta de esportes, mesmo que não conheça nada sobre dança, assim como eu, dê uma chance para Ballroom e eu aposto que vai curtir.

 

4 – Gamers!

maxresdefault.jpg

Sinopse: A história que gira em torno de certos alunos e um hobby. Keita Amano é apaixonado por por jogos e é amigo de Tasuku Uehara, que é secretamente um gamer e acredita que sua vida é perfeita. Temos também Karen Tendou, presidente do clube de videogames e Chiaki Hoshinomori, que briga constantemente com Keita.

Esse anime foi, de longe, o anime mais hilário de 2017! Foi tão divertido assisti-lo que eu nem sei explicar direito o que me fez gostar tanto dele.

Gamers! É um anime que te trolla desde o primeiro episódio, do qual te faz pensar ser um romance comum e depois começa a zoar o tema por completo. É basicamente uma paródia à animes shoujo.

Todos os personagens são malucos e extremamente engraçados. Principalmente a Tendou Karen junto com o Keita.

O diretor desse anime fez um trabalho excelente melhorando muitas partes da Light Novel, e seu timing cômico é ótimo e muito bem criativo, me fazendo chorar de rir em muitas partes.

Então se você quer ver algo diferente do comum, muito zoado e cheio de confusões, e com atas referências e piadas a jogos, Gamers! É perfeito para você.

 

3 – Shokugeki no Souma 3

sho.jpg

Sinopse: O sonho de Yukihira Souma é se tornar um chef em tempo integral no restaurante do seu pai e superar a habilidade culinária do mesmo. Mas, assim que Yukihira se forma no ensino médio, seu pai, Yukihira Jouichirou, fecha o restaurante para cozinhar na Europa. Embora deprimido, o espírito de luta de Soma é reavivado por um desafio de Jouichirou que é sobreviver em uma escola de culinária de elite, onde apenas 10% dos estudantes conseguem sua graduação. Será que Soma pode sobreviver ao desafio?

Souma é meu shounen favorito da atualidade. Pelo simples fato de transformar competições de culinárias em batalhas muito empolgantes e cheia de surpresas.

Nessa nova temporada, finalmente fomos apresentados à Elite dos 10 e ao pai de Erina, Azami. Falando em Erina, enfim nós tivemos o início do desenvolvimento de personagem dela, o que me deixou muito animado.

Souma terminou com um clímax muito bom e nos deixou loucos para a segunda parte desta 3º temporada.

 

2 – Made in Abyss

mad.jpg

Sinopse: O enorme sistema de cavernas, conhecido como Abismo, é o único lugar inexplorado no mundo. Ninguém sabe até onde vai esse poço titânico habitado por criaturas estranhas e maravilhosas, e cheio de misteriosas relíquias antigas desconhecidas pelo homem moderno. Gerações de ousados aventureiros foram atraídas pelas profundezas do Abismo. Com o passar do tempo, aqueles corajosos o suficiente para explorar o perigoso fosso passaram a ser conhecidos como “Cave Raiders”. Em Oosu, a cidade à beira do Abismo, vive uma pequena órfã chamada Rico, que sonha em se tornar um caçadora tão grandiosa como sua mãe foi, e resolver o grande mistério do fosso.

Made in Abyss foi a grande surpresa do ano. Eu já vi que vinha algo bom só de ler a sinopse e assistir aos PVs belissímos.

O anime traz dois personagens principais: Riko e Reg. A primeira muito carismática fácil de se ter afeição e Reg, muito indeciso e relutante, porém fácil de se ter afeição por nos lembrar de nós mesmos.

Com uma ótima direção, animção e cenários impecáveis, Made in Abys nos traz uma atmosfera de mistério, sobrenatural, drama e aventura. Gêneros que eu adoro!

Made in Abyss é aquele típico anime blockbuster, que mesmo as pessoas que não assistem animes, iriam amar a narrativa do anime e tudo o que ele traz pra a gente durante sua história.

 

1 – Shingeki no Kyojin 2 (Attack on Titan)

shin.jpg

Sinopse: A história de Shingeki no Kyojin gira em torno de uma humanidade que vem sendo exterminada por gigantes. Porém alguns seres humanos estão dispostos a mudar história e formar um exército de ataque aos seres assassinos. É assim que entra Eren, nosso protagonista, que após ver sua mãe ser devorada por um gigante decide que não deixará nenhum deles vivo e buscará sua vingança completa.

E como não poderia faltar… Shingeki no Kyojin! Como sempre se destacando como um blockbuster e sendo, para mim, o melhor anime do ano e com sua melhor temporada também.

Nessa nova temporada, vemos mais desenvolvimento com os personagens coadjuvantes e começamos a descobrir algum dos mistérios que o autor joga pra a gente desde o primeiro episódio, como a origem dos titãs.

Depois de 4 anos de espera, Attack on Titan veio de forma avassaladora como sempre. Com sua animação, em geral, linda e fluída e cenas de ação de tirar o fôlego, não tem como eu não colocá-lo em primeiro lugar aqui.

Se você assiste Game of Thrones, Shingeki no Kyojin é um anime que lembra muitos aspectos da série. Principalmente passar 1 semana inteira discutindo sobre os acontecimentos do último episódio lançado e fazendo milhares de teorias. Esse é o anime que lhe deixa louco!

 

Extras:

Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e (Youjitsu)

HorribleSubs-Youkoso-Jitsuryoku-Shijou-Shugi-no-Kyoushitsu-e-06-480p.mkv_snapshot_17.05_2017.08.17_00.59-tile.jpg

Sinopse: A Escola de Ensino Médio Koudo Ikusei é uma escola de prestígio onde 100% dos alunos vão para a universidade ou arranjam um emprego. Os estudantes têm a liberdade para usar qualquer penteado e levar qualquer tipo de adereço pessoal que quiserem. Koudo Ikusei parece um paraíso, mas a verdade é que apenas os alunos superiores recebem tratamento especial.
Kiyotaka Ayanokouji é um estudante de Classe D que é onde a escola despeja os alunos inferiores para ridicularizá-los. Por uma certa razão, Kiyotaka foi negligente no seu exame de admissão e foi colocado nessa classe. Depois de conhecer Suzune Horikita e Kikyou Kushida, dois outros estudantes da sua classe, a situação de Kiyotaka começa a mudar.

Um anime com uma proposta muito interessante, baseado numa escola onde seus alunos são classificados com base na meritocracia.

A obra consegue criar um suspense escolar sem apelar para nada sobrenatural, apenas com coisas normais, porém uma coisa me tirou bastante pontos dela: o fan service exagerado. Eu odeio quando pegam um anime com uma história interessante e ficam apelando para um fan service ecchi super desnecessário. Não ligo muito para isso e até tento relevar, mas um episódio INTEIRO só de fan service, ao invés de continuarem com a narrativa, é demais para mim.

Gostei demais do protagonista e de todo o enrendo do anime, mas a enrolação nos episódios tiraram boa parte do que era bom na obra. Ainda assim, um anime que recomendo bastante pelo seus bons fatores.

 

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon (4).jpg

Sinopse: Kobayashi vive sozinha em um apartamento, até que um dia, Tooru apareceu e elas acabaram morando juntas. Tooru pensa em seres humanos como inferiores e tolos, mas tendo sido salva por Kobayashi-san ela faz tudo o que pode para pagar a dívida e ajudá-la com várias coisas, embora nem tudo correr conforme o planejado. Uma comédia de um cotidiano mítico sobre uma senhora que trabalha duro em um escritório trabalhando vivendo com menina dragão.

Kobayashi-san foi uma das supresas mais agradáveis do ano. Esse é aquele típico anime leve que você assisti aos episódios voando, sem nem sentir.

Todos os personagens desse anime são carismáticos e muito facéis de se apegar. Não tem como você não gostar da Kana, por exemplo.

É um anime muito engraçado, pois é focado na comédia. Tem seus dramas, mas nada tão forte. É basicamente um Slice of Life com comédia.

Eu gostei muito desse anime e muitas pessoas também. Não é atoa que surgiam vários memes na internet das cenas hilárias dos episódios. Então esse é um anime leve, que indico a qualquer um.

 

Net-Juu no Susume

Netojuu-capa.jpg

Sinpose: Moriko Morioka é uma mulher NEET única de 30 anos. Depois de sair da realidade, ela partiu em busca de uma vida gratificante e acabou em um jogo de rede ou “netoge”, mais conhecido como MMORPG. No mundo netoge, ela começou sua nova vida como um personagem refrescante e bonito chamado Hayashi. Ao começar como iniciante, um personagem bonito chamado Lily estendeu a mão para ajudá-la. Enquanto isso, no mundo real, espera um encontro chocante com um empregado de companhia de elite de boa aparência, uma misteriosa loira de olhos azuis.

Esse aqui aquela típica comédia romântica que todo mundo gosta. Porém, com uma temática focada em jogos online MMORPG(Massively Multiplayer Online Role-Playing Game).

Mas o legal desse anime é que sua protagonista tem 30 anos. A maioria das comédias românticas de anime são feitas com protagonistas adolescentes, então já pela protagonista ser uma adulta, ganhou pontos comigo.

Falando nela, ela é hilária e muito legal. Os amigos de jogo dela também são bem divertidos e o protagonista masculino é super romântico.

O anime é um romance bestinha, aquele romancezinho puro, mas muitas pessoas podem gostar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s