Críticas, Séries, Sem categoria

Queda de rendimento na 4° temporada de Black Mirror?

Se vasculharmos a internet, certamente encontraremos uma penca de críticas sobre a mais nova temporada de Black Mirror. A maioria delas, repartidas, dando atenção a cada um dos episódios. Bom, eu não me propus a fazer uma crítica por episódio, porque não julgo essa temporada merecedora disso. Porém, acredito que seja válido separar um pouco do meu tempo pra discutir, ainda que por cima, essa temporada já que sou fã de BM e me senti um tanto quanto frustrado, devido ao Hype que criei.

O título do texto é uma pergunta e sua resposta me parece bem óbvia. Eu poderia muito bem substituir a interrogação pela exclamação, entretanto, vi que as impressões do público geral e, sobretudo, dos críticos, estão bem divididas. Eu diria que nos acostumamos a tratar Black Mirror como uma série genial – e, de fato, é – e, por isso, temos uma dificuldade natural em tecer uma crítica mais dura ao show. De qualquer forma, é necessário ter em mente que o mais inteligente dos seriados pode se perder no meio do caminho. Bom, em relação a Black Mirror, eu não diria que se perdeu, mas que, pelo menos, levou uns tombos.

BlackMirror_S4_Callister_00552_V1 (1).jpg

A quarta temporada de BM começa com uma bela homenagem aos sci-fis dos anos 80. O episódio conta com uma fotografia linda, efeitos convincentes e atuações interessantes. Pra mim, que sou fã de How I Met Your Mother, é até mais especial pela Cristin Milioti, que viveu a Tracy na comédia. Porém, o episódio não passa de divertido. Ele tenta chocar, assim como os outros em Black Mirror, e até chega perto disso, mas não é capaz de suprir as expectativas que naturalmente se tem quando se assiste o seriado.

A temporada continua e passa por Arkangel, um episódio aclamado pela crítica. De fato, é um dos pontos fora da curva. O enredo é bem desenvolvido, as atuações são convincentes e a carga dramática é relativamente pesada. Porém, ainda assim, faltou aquele choque característico do Espelho Negro. Daí em diante é queda livre. Os próximos episódios continuarão mostrando, como de praxe, uma relação desproporcional entre homem e tecnologia. Continuarão, também, tecendo críticas extremamente atuais à sociedade, mas já não chocam como antes.

arka.png

O episódio que mais se encaixa na forma de Black Mirror nesta season é o último, intitulado “Black Museum”. Black Museum consegue te prender a cada instante. É uma verdadeira montanha russa de emoções. Você não entende de cara o porquê das coisas, mas tudo vai se encaixando conforme ele se desenrola. Várias referências à temporadas passadas podem ser notadas, mostrando que Black Mirror, apesar de episódios independentes, é um universo interligado. Nesse episódio, mais que espectadores, somos ouvintes de histórias intrigantes. A forma como tudo é narrado é como se estivéssemos lendo um livro. Há um dinamismo nada peculiar, porém arrebatador, nos diálogos, que lembram episódios como o especial de Natal da segunda temporada. E, por fim, a reviravolta que deixa todo mundo boquiaberto e de cabelo em pé. Um verdadeiro episódio Black Mirror!

O problema é que é só isso. De seis episódios, apenas dois podem ser considerados, de fato, pertencentes a fórmula genial criada por Charlie Brooker. Nos divertimos e até nos chocamos, mas isso foi pouco diante do que BM costuma nos proporcionar. Não se trata apenas de fazer críticas à sociedade, mas como construir essas críticas, e nisso Black Mirror deixou a desejar neste temporada.

NOTA: 6,5 Estrelas.


E esse foi o artigo que abre a nossa Dimensão! Espero que tenham gostado e que continuem por aqui. Se concordam ou discordam, sintam-se livres para debater com a gente, afinal, é pra isso que estamos aqui. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s